ESTADOS FEBRIS

O que são?

Os estados febris ou febre costumam surgir no decurso de muitas doenças. A temperatura pode aumentar por causa de uma infeção, embora a febre possa acompanhar muitas outras situações clínicas. Entre as infeções mais comuns, caracterizadas pela presença de febre, estão a gripe e o chamado síndrome gripal, que consiste em infeções virais que a pessoa doente transmite a outras principalmente através de minúsculas gotas emitidas ao espirrar, tossir ou simplesmente falar. O contágio também pode ocorrer pelo contacto com objetos ou superfícies em que o vírus esteja presente, e que depois entram em contacto com a boca ou com o nariz.

Classificação

Febbre e influenza

Não é fácil distinguir a gripe autêntica de sintomas de tipo gripal. De facto, vírus que não são da gripe podem provocar sintomas semelhantes aos da gripe verdadeira, embora geralmente sejam menos graves.

Ler mais

Sintomas

Os sinais indicadores de um síndrome gripal aparecem depois de um breve período de incubação (entre 24 e 48 horas aproximadamente) com um início brusco caracterizado por febre, acompanhada de sintomas que afetam o sistema respiratório e outros sintomas que afetam todo o organismo. A febre aparece inesperadamente, atinge muitas vezes os 39-40 °C, e é acompanhada de dores ósseas e musculares generalizadas e dor de cabeça.

Ler mais

Recomendação

No entanto, uma vez que já tenham surgido os sintomas, pode-se recorrer a medicamentos sem receita médica que ajudem a aliviá-los.
Os fármacos mais utilizados são sintomáticos, baixam a febre e aliviam a dor, como o ibuprofeno. As formas de sal, como a associação Ibuprofeno-Arginina, trazem a vantagem clínica da rapidez de ação devido ao facto de que a arginina facilita a absorção do Ibuprofeno. Também são úteis os fármacos que ajudam a diminuir a congestão, permitindo assim respirar melhor.
Além da medicação sintomática, deveriam ser também tomadas certas medidas higiénico-dietéticas como o repouso na cama, a ingestão de líquidos adequada, a humidificação do ambiente e abster-se de fumar e consumir álcool.
Tanto no caso de gripe como de afeções de tipo gripal, devido a que todas elas são de origem viral, os antibióticos não estão indicados. De facto, o seu uso indevido pode facilitar a seleção de micro-organismos resistentes a esse antibiótico em particular, o que pode levar a uma infeção sobreposta.

 

Dolore alla schiena Mal di testa Dolori Mestruali
Il mal di denti Nevralgia Febbre e influenza